Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

Contexto

Em 1996, o sonho de realizar os Jogos dos Povos Indígenas se concretizou. Realizado em 12 oportunidades e em 10 estados brasileiros, ganhou uma proporção muito maior do que se imaginava. Em 2015, os idealizadores da competição se reuniram para organizar a primeira edição dos jogos com outras nações, e não apenas com as tribos locais.

Ideia&Execução

Com o mote “Em 2015, somos todos indígenas”, começamos a pensar na campanha criativa para promover os primeiros Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, no estado do Tocantins. Para mostrar que o peso de um atleta brasileiro famoso na mídia esportiva tem o mesmo peso de um atleta indígena para o Brasil, criamos uma campanha com anúncios, música tema e um filme de 30” para TV, mostrando o paralelo entre atletas indígenas e um atleta famoso, que contou com a participação do jogador de futebol, Marcelinho Carioca.

Resultado

Além do êxito da campanha publicitária comunicar a todo Brasil sobre a importância dos povos indígenas como parte da cultura e do esporte brasileiro, o evento em si recebeu mais de 104 mil visitantes, entre eles delegações de outros países, além de 250 voluntários e 300 jornalistas do mundo inteiro. Foram 13 dias de celebração, com a participação de 1.695 indígenas (1.129 atletas nacionais e 566 atletas internacionais).

Impressos

Títulos feitos com pincel e tinta fresca

       Gostou?


André Garcia | Diretor de Arte | 2016

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!